Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008
O QUE É SER MAÇON?

 

MAÇONARIA E CRISTIANISMO

ARIGO ESCRITO PELO PROFESSOR DE TEOLOGIA DA FBT, E PASTOR...

Márcio Falcão

Ocupas uma posição de certo destaque na sociedade? És industrial, comerciante, banqueiro, médico, advogado, político? Pois então já foste certamente convidado a entrar na Maçonaria. Se não foi, serás em breve solicitado pela propaganda maçônica. Falar-te-ão das imensas vantagens que os maçons de todo mundo oferecerão aos teus negócios, da proteção que darão ao teu emprego, das facilidades dos empréstimos entre outras. Dir-te-ão que a Maçonaria é uma instituição essencialmente caritativa, filantrópica, filosófica e progressista; que tem por objeto a indagação da verdade, o estudo da moral e a prática da solidariedade; que ela quer trabalhar apenas para o melhoramento material e social da humanidade. Demonstrarão que a Maçonaria reconhece e proclama a existência de Deus, a superioridade do espírito sobre a matéria e que, por isso, nenhum ateu ou materialista pode ser maçon. Frisar-te-ão que a Maçonaria não é de maneira nenhuma contra a religião de seus adeptos; que não há absolutamente nenhuma incompatibilidade entre Maçonaria e Cristianismo. Falar-te-ão que pastores, presbíteros e diáconos ilustres pertenceram a Maçonaria sem que nisso percebessem a mínima controvérsia contra sua fé e suas convicções cristãs. Mostrar-te-ão leis e rituais em que se exige que o verdadeiro maçon seja virtuoso, exemplar, de bons costumes, morto para o vício, sem erros nem preconceitos, observante do bem, sábio, inteligente, livre, tolerante, sincero, caridoso, desinteressado, generoso, devotado, pacífico, irmão de todos...

Entretanto, antes de acreditares em todas estas comoventes, lindas e atraentes afirmações, eu peço sua benevolente atenção para juntos discorrermos a respeito da questão: O cristão pode ser maçom? É possível conciliar estas duas doutrinas? Esta questão é extremamente importante, afinal, se formos convidados para fazer parte da maçonaria, precisamos saber do que iremos participar, já que temos um compromisso com a Igreja de Cristo. Precisamos, portanto, estudar as doutrinas maçônicas, para discernirmos se esta é ou não uma entidade cristã.

  

 

DOUTRINA MAÇÔNICA E A DOUTRINA EVANGÉLICA

Os maçons e a maçonaria procuram contestar o fato de que a maçonaria seja uma religião. Basta uma leitura superficial de seus escritos, nos mais renomados autores, para se evidenciar características de religião na maçonaria. Vejamos.

 

CRISTIANISMO – No Dicionário Filosófico de Maçonaria, de Rizzardo da Camino, membro fundador da Academia Maçônica de Letras, encontramos a seguinte definição para cristianismo: “a religião cristã, em si, não é adotada pela Maçonaria, mas sim, os princípios cristãos. A Maçonaria adotada em todos os países proclama a existência de Deus sob o nome de Grande Arquiteto do Universo; não importa a religião que o Maçom siga, o que importa é a crença no Absoluto, no Poder Divino, em Deus, seja qual for o nome que se lhe der, como Jeová ou Alá”.

Assim, o conceito de Deus nos escritos da maçonaria é uma mistura de tudo: gnosticismo, hinduísmo, taoísmo, zoroastrismo, iluminismo, cristianismo liberal e nova era. Verifica-se com isso que a maçonaria não adota o cristianismo e não aceita a existência do nosso Senhor como o único Deus. Negar a crença no Grande Arquiteto do Universo (G.A.D.U.) é impedimento absoluto para a iniciação na maçonaria, entretanto, é indiferente a crença em Jesus Cristo ou em Buda. Não vemos declarações de que Jesus é o Filho de Deus.

Se a maçonaria é uma religião, mas não é o cristianismo, pode um cristão pertencer a duas religiões? Pode servir a dois senhores, ao “Venerável Mestre” (título do líder da loja) e a Jesus? Ele mesmo disse que “ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro...” (Mateus 6.24), proibiu seus discípulos de chamarem alguém de mestre (Mateus 23.8-10).

 

JURAMENTOS – A maçonaria exige de seus membros juramentos, pelos quais se comprometem a guardar inviolável sobre tudo quanto viram, ouviram ou fique deliberado nas sessões das lojas ou nas reuniões secretas dos maçons.

O chamado Rito Escocês Antigo e aceito, que é o mais adotado, por 95 % das lojas Maçônicas do Brasil, se divide em 33 graus e em cada grau o maçom deve pronunciar novo juramento.

Nesse Rito ao iniciante chamado de Aprendiz (1º grau) deve jurar, sob pena de ter o pescoço cortado “nunca revelar qualquer dos mistérios da maçonaria que vão ser confiados,... nunca os escrever, gravar, traçar, imprimir ou empregar outros meios pelos quais possa divulgá-los”; o segundo grau conhecido como Companheiro, promete e jura, sob pena de ter arrancado o coração “nunca revelar aos Aprendizes os segredos do grau de Companheiro, que me vão ser confiados”; também o Mestre (3º grau) prefere ter dividido o corpo ao meio e ver suas entranhas arrancadas e reduzidas a cinzas, a “revelar os segredos do grau de Mestre”.

Pois bem, aqui se encontra a primeira razão evidente, precisa, imposta pela lógica onde se percebe a frontal oposição entre a doutrina maçônica e a evangélica. A igreja de Cristo e sua doutrina de um lado e a maçonaria e sua doutrina de outro. Como se percebe, dois campos opostos, pois no cristianismo as Escrituras dizem “mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis nem pelo céu nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim e não, não, para que não caiais em condenação” (Tiago 5:12) enquanto que na maçonaria não se adere sem juramentos. São duas sociedades irreconciliáveis em sua doutrina: ou a Igreja comprada pelo sangue de Jesus Cristo (At 20.28) ou a maçonaria.

 

A BÍBLIA: Não se pode negar que a Bíblia seja tida como o Volume do Conhecimento Sagrado da maçonaria desde que a Loja maçônica esteja situada num país cuja maioria seja cristã. Caso a Loja se situe em país, por exemplo, de maioria muçulmana, o Volume do Conhecimento Sagrado já será outro livro: o Alcorão. Se a Loja estiver num país asiático como a China ou o Japão, já será o Tripitaca e assim por diante. Isso contraria a posição cristã que adota a Bíblia como única regra de fé e prática.

A Bíblia é mais que um livro comum. Ela se revela como sendo a Palavra sobrenatural de Deus. A Bíblia é a Palavra de Deus, escrita com palavras humanas. Deus usou homens falíveis para receber e registrar a sua Palavra infalível, de modo que ela chegasse até nós sem erros. Parece difícil? Não para o Todo Poderoso que diz: “Eis que sou o Senhor, o Deus de todos os viventes; acaso haveria coisa demasiadamente difícil para mim?” (Jr 32.27).

 

GADU – Pode-se ter idéia de como é uma religião a partir de seu deus, sendo este o marco de união ou distanciamento entre o cristianismo e qualquer outra religião. A incompatibilidade se torna flagrante com relação ao deus da maçonaria chamado Grande Arquiteto do Universo (GADU) e o Deus da herança judaico-cristã. Segundo o ensino da própria maçonaria, GADU é o nome pelo qual na maçonaria se denomina qualquer divindade: Krishna, Alá, Jeová, etc. GADU é apenas o nome de um dos muitos deuses, independentemente de quem seja. Já isso é incompatível com a convicção de um cristão que adora o único Deus, que do monte Sinai trovejou: “Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem e faço misericórdia em milhares aos que me amam e guardam os meus mandamentos” (Êxodo 20.3-5).

 

Por fim, e o pior é o envolvimento da maçonaria com o Ocultismo: cadeia de união, magia branca, cabala numerologia, astrologia, poderes psíquicos, e práticas ocultistas afins. Naturalmente para os maçons que galgam até o terceiro grau de Mestre o ocultismo vivido na maçonaria passa a ser despercebido. A Bíblia é taxativa na proibição de toda a forma de ocultismo, “quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal cousa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança de diante de ti. Perfeito serás com o Senhor teu Deus. Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognósticos e os adivinhadores; porém a ti o Senhor teu Deus não permitiu tal coisa” (Dt 18.9-14).

Na cidade de Éfeso muitos dos que se dedicavam ao ocultismo a este renunciaram e tornaram-se crentes em Jesus Cristo. “Também muitos dos que haviam praticado artes mágicas, reunindo os seus livros, os queimaram diante de todos” (At 19.19).

Eis algumas informações sobre a maçonaria brasileira, sobre os deveres do maçon e sobre as razões por que o cristão não pode ser maçon e por que o maçon deixa de ser evangélico. Creio que conseguimos esclarecer o dilema: ou evangélico ou maçon! Que o leitor cristão possa decidir-se: Jesus foi claro, “ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a deus e a Mamom” (MT 6.24). Pode andar dois juntos se não estiver de comum acordo?

 

 

 

 [i]  CAMINO, Rizzardo da. Dicionário Filosófico de Maçonaria

 

 


sinto-me: DISPOSTA A LUTAR

escrito por eujafuicomovoce às 00:04
link do post | o que voce achou desse post? | favorito
|

opniões:
De anorexiacultural a 30 de Novembro de 2008 às 23:44
Eu não concordo muito - acho que, como um amigo, a maçonaira é uma máfia perigosa!


De eujafuicomovoce a 2 de Dezembro de 2008 às 01:04
OLÁ IRMÃO A PAZ DE CRISTO!

EU NÃO ENTENDI A SUA MANIFESTAÇÃO:
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

OLÁ IRMÃO A PAZ DE CRISTO! <BR><BR>EU NÃO ENTENDI A SUA MANIFESTAÇÃO: <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>VOCE</A> NÃO CONCORDA COM O QUE? FIQUEI NA <BR><BR>DUVIDA SE É POR NAO PODER EXISTIR MAÇON <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>EVANGELICO</A> ! <BR>OU NÃO CONCORDA COM O QUE <BR><BR>ESTA ESCRITO? COM O ARTIGO? ME DESCULPE MAS <BR><BR>FIQUEI NA DUVIDA! MAS MUITO OBRIGADA POR TER <BR><BR>ME VISITADO, CONTINUE ME AJUDANDO COM OS <BR><BR>COMENTÁRIOS , POIS ASSIM PODEMOS EDIFICAR <BR><BR>MUITAS VIDAS...UM GRANDE ABRAÇO!


De erto a 18 de Julho de 2013 às 14:49
os rituais secretos e apenas uma forma de tornar as coisas mais desejáveis e saciar no homem a sede de ser único e misterioso. A maçonaria não passa de uma associação que busca controlar pessoas de mente aberta em favor de uma classe dominante




De Anónimo a 12 de Dezembro de 2008 às 11:17
nestes tempos de profunda relatividade é muito importante nos posicionarmos em defesa da fé genuina em Cristo que Deus abençoe! faça uma visita ao blog advocaciaparaigrejas.blogspot.com


De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2010 às 13:59
Parabéns por se posicionar contra a maçonaria. Nós, os cristãos, precisamos estar acordados para este grande problema que ronda as nossas igrejas, pois senão seremos cada vez mais acuados e sem espaço para pregarmos o genuíno evangelho do Senhor Jesus Cristo.


De Anónimo a 14 de Julho de 2011 às 05:19
É comico como a natureza e a cedeia alimentar as verzes parece muito com a questão religiosa e pseudofilosofica. O leão (igreja catáolica) bota medo em todos... a igreja evangélica (leopardo - um pouco menos agressiva) também caça seus fiés, mas ainda teme o leão; as "pequena igrejas, grandes negócios" como as ienas, vivem do que sobra das grandes. Por fim, as minorias e desconhecidos são temidos e criticados, pois quem sabe pouco e ganha muito tem que defender seu "território" e captar "fiés".
Não importa como você acredita no seu ser supremo, não importa o que você acha das pessoas ou suas convicções, o que importa é praticar o bem. Não pague o dízimo, faça doações diretamente à quem necessita, aos pobres de sua comunicade. Diga não aos atravessadores de caridade e economize a "comissão"!


De Phew a 1 de Agosto de 2013 às 03:22
Gostei de sua postagem meu irmão, devemos estar em comunhão para que se prolonguem nossos dias nesse mundo. Fico feliz que dentre muitos existam pessoas sábias dispostas a ajudar os menos favorecidos socialmente.
"Chega de ajuda comissionada", devemos ajudar a quem precisa. ▲


De Rogério Costa a 10 de Janeiro de 2013 às 00:05
Soa estranho, em pleno século XXI, lermos artigos de "caça às bruxas" pelas gentinhas de igrejinhas de periferia que clamando por uma ofertinha aqui e vendendo uns frascos de perfume com o "CHEIRO DE JESUS" acolá, cresceram tanto, que são quase 30% da cristandade brasileira. E, justamente quando da poderosa Igreja Romana deixa a Maçonaria em paz, aí vêm os ricos e poderosos evangélicos acusá-la de convidar as pessoas ricas e de bom emprego, para fazer parte de seu quadro. Será que a Maçonaria já convidou o Bispo Waldomiro? O Bispo Edir Macedo? O RR Soares? O agoro "cheiroso" Apóstolo Hernandes?, Marido da Bispa Sônia que, pela bagatela de R$ 79,00, você fica "cheirando" a Jesus. Enfim, são tantos milionários evangélicos que varam a madrugada CONVIDANDO as pessoas para "aceitarem Jesus" que os problemas se resolverão, principalmente os financeiros. Dizer que a Maçonaria promete isso e aquilo e, não olhar para o próprio rabo é de uma hipocrisia sem limites. Se debruçar sobre dicionários e utros livros para querer provar que Maçonaria é religião é de uma falta de ter o que fazer que chega a doer. Quantos imbecis religiosos, ao longo da história, os maçons ainda vão ter que lidar? Por que, pessoas que abrem um blog como esse apenas para criticar uma sociedade, não procuram algo mais produtivo para fazer? Como por exemplo, vender o cheiro de Jesus! Além de faturar uma boa grana, a crentaiada vai toda cheirosinha pra igreja. Em breve vai sair a versão masculina. Por enquanto, Jesus só tá cheirando a mulher. Ou, fica de olho no programa do Raul Gil. Tem uns moleques que cantam umas músicas gospel bem afinadinhos. O Silas Malafaia já pegou o Jotta A e tá faturando um bom dinheiro. 500 mil cópias de CD's vendidos. Muito bom para um país da pirataria eletrônica. Vamos deixar de ser idiotas, gente, o tempo da terra ser plana e achatada e ser o centro do universo já passou. A igreja cristã matou gente na fogueira por dizer que a terra era redonda. Galileu escapou porque se acovardou. Enquanto a igreja romana prospera em tolerância, as igrejas evangélicas resolvem andar no caminho de volta ao século XVII. Ainda bem que nem dos homossexuais eles (os efvangélicos) podem falar mais. Não podem mais abrir suas Bíblias com cheiro de suvaco, em Romanos 1 e baixar o pau, ops, baixar qualquer coisa de ruim nos gays. Vão trabalhar, vão nos guetos ajudar os excluídos e deixem a Maçonaria caminha para mais um, de vários, milênios de existência. E não teve Inquisição ou caça às bruxas que acabasse com ela, a "mãe viúva" de milhões de irmãos maçons espalhados pelo planeta. MAÇONS ALERTAS!


De Rogério Costa a 10 de Janeiro de 2013 às 10:33
Apenas para complementar esse errôneo entendimento do Pr. Facão que escreveu:
"Pode-se ter idéia de como é uma religião a partir de seu deus, sendo este o marco de união ou distanciamento entre o cristianismo e qualquer outra religião. A incompatibilidade se torna flagrante com relação ao deus da maçonaria chamado Grande Arquiteto do Universo (GADU) e o Deus da herança judaico-cristã. Segundo o ensino da própria maçonaria, GADU é o nome pelo qual na maçonaria se denomina qualquer divindade: Krishna, Alá, Jeová, etc. GADU é apenas o nome de um dos muitos deuses, independentemente de quem seja. Já isso é incompatível com a convicção de um cristão que adora o único Deus..."

O pastor oesquisou e estudou, masnão entendeu. A Maçonaria não tem um deus específico. A Maçonaria reconhece que há UM DEUS, mas somente respeita e aceita profanos que nela querem ingressar, sem precisar mudar sua religião. Por isso, G.A.D.U. (Grande Arquiteto Do Universo) é o nome de que a Maçonaria escolheu para denomonar Deus. Se o candidato a ingressar na Ordem crê em Alá, tudo bem, ele, a partir da sua iniciação, chamará Alá de G.A.D.U. Se o candidato acredita em Jeová, Jesus, Alá, Buda ou seja lá o nome do Deus dele, no seio da Maçonaria, será G.A.D.U e, é PROIBIDO qualquer tipo de apologia ou de tentativa de converter algum irmão maçom à sua religião. Então, a Maçonaria acredita em um SER SUPREMO e seus iniciados fazem seu juramente de fidelidade e de manter segredo, diante do Livro Sagrado que ele (o candidato) acredita. A Loja Maçônica deve ter TODOS os livros sagrados de todas as religiões do mundo, pois se um Islamita for jurar, na iniciação, não o fará diante da Bíblia Cristã, mas diante do Alcorão e assim, de acordo com cada crença, de cada candidato. Se tiver mais de um iniciando e, um for Judeu, outro Cristão e outro Mulçumano, por exemplo, o primeiro fará seu juramento diante da Torá, o segundo, diante da Bíblia Cristã e o terceiro de meu exemplo, no Alcorão ou Corão (como queiram). Então a questão não é que a Maçonaria tem vários deuses ou um deus diferente, a Maçonaria tem pessoas que acreditam em um Deus e, isso é a principal exigência para ingressar na Ordem. Ateu não entra na Maçonaria, a não ser que minta e diga que acredita em Deus (seja lá o ome que ele entenda que deva ser chamado). A Maçonaria não aceita discussões de dogmas religiosos e de partidarismo político dentro de seus templos. Mas, respeita toda e qualquer crença numa entidade Suprema e na ideologia política de cada um. Mas, da calçada para a rua. Espero ter esclarecido o dedicado Pastor em sua luta incessante de combater o mal.


De Rogério Costa a 10 de Janeiro de 2013 às 15:48
Interessante, caro professor e pastor, que os juramentos feitos pelos aprendizes, companheiros, mestres (nas lojas simbólicas) e, depois nos graus superiores (4 ao 33) do Rito Escocês, apesar de parecer medieval, e é, já que a Maçonaria não muda em sua essência por causa dos Landmarks (por isso que não existe mulher maçom, as que inventaram de fundar a maçonaria mista são irregulares), nunca vi a maçonaria cortar a garganta de ninguém, nunca maçonaria arrancou o coração de ninguém ou cortou a pessoa ao meio por ser perjuro. No entanto, a Igreja Cristã, em toda a sua história, desde a morte de Jesus que, mata pessoas de todas as formas horríveis e bárbaras. E mais, os inocentes eram obrigados a confessar (sob tortura) o que não fizeram ou disseram, para depois, a Igreja de Cristo ter um documento para queimar na fogueira seus opositores. A Internet e muitos livros falando dos "mistérios" da maçonaria estão em qualquer livraria e site ou sebos de qualquer cidade e, nenhum dos autores desses sites ou livros foram mortos pela maçonaria. É tudo simbólico. Eu bebi veneno na maçonaria (um líquido amargo para meu semblante mudar em amargor) e, não morri, porque não é veneno, realmente. Tudo tem sua simbologia e tudo tem sua doutrina, baseada na lenda do construtor do Templo de Salomão. Eu recomendo a leitura do livro: "JOHABEN: DIÁRIO DE UM CONSTRUTOR DO TEMPLO" para o pastor ver que maravilha que é a maçonaria em sua essência. Esse livro narra toda a trajetória de um iniciado aprendiz até conquistar o direito de ser um mestre na obra da construção.
Me diga um único nome de uma pessoa que a Maçonaria tenha mandado matar que lue darei 100 nomes que a Igreja matou ao longo da história. Nomes, inclusive, de hereges que depois viraram santos da igreja de Cristo, como Joana D'arc. Saindo da igreja romana, podemos ver centenas de mortos pela inquisição protestante de Martinho Lutero. Hoje, 2013, temos a Irlanda e Inglaterra divididas por causa da cristandade. Alunos católicos que apedrejam alunos protestantes e vice-versa. Me dê um exemplo de maçom apedrejando alguém!
Eu lamento em nome de todos aqueles alunos que passaram por sua sala de aula. Provavelmente, esses são aqueles que a gente ver na TV, ateando fogo em mendigos, indios e os excluídos de nossa sociedade. Pois, se eu tenho aprendido algo com os cristãos é, justamente a intolerância religiosa. E, como a sede de matar ou agredir é tanta, ainda querem transformar sociedades secretas em religião.
O pastor não sabe o peso que eu tirei das costas quando aprendi que Jesus não apedrejava, não observava a lei de Moisés, mas fez justamente o contrário. Jesus comeu o trigo dos sacerdotes; Jesus comeu e bebeu com os pecadores; Jesus casou com Maria Madalena, que a igreja transformou em prostituta sem ela nunca ter sido. Enfim, eu acho que Jesus daria um bom Maçom.


De Anónimo a 15 de Março de 2013 às 16:52
UAU! ESSA FOI A MELHOR. Parabens Rogerio. Eu.'.


De fernando dinho a 13 de Maio de 2013 às 23:45
Parabens!!!Bem perspicaz!!!


De sidney nascimento a 24 de Março de 2013 às 20:00
correta, e justa defesa. espetacular em sua essencia.parabens . ' .


De Adriano a 9 de Agosto de 2013 às 18:04
Em minha Loja caro Patsor Leão há dois evangélicos sendo um Plesbitero da Igreja Assembléia de Deus e outro Obreiro da Igreja Batista e são duas pessoas de carater e queridos por todos e sempre nos dão aulas maravilhosas sobre a palavra de Deus. Deus é paz, amor e união. Desconfio sempre daqueles que falam em nome de Deus e preguem a discórdia entre os povos.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

o que Deus me deu

MAIS UMA CANÇÃO, QUE DIZ ...

TESTEMUNHO DO LAZARO, COM...

TESTEMUNHO DESSA SEMANA.....

ARTIGO RETIRADO DO SITE C...

A VIDA COM JESUS É BEM ME...

O QUE É SER MAÇON?

O PODER DE DEUS SENDO MAN...

TESTEMUNHO PESSOAL....

UM RESUMO DO MEU TESTEMU...

documentos

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

escolhidos por mim

ARTIGO RETIRADO DO SITE C...

sondagem "hoje não fumo"

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds